xvideosxvideosxvideosxvideosxvideosxvideosxvideosxvideosxvideosxvideosxvideosxvideos
Expressões introdutórias desnecessárias - Una

Expressões introdutórias desnecessárias

Escrito por: marina

22 de setembro de 2023

Aprenda a cortar elementos que não transmitem mensagem nenhuma.

O processo de revisão de um artigo é um processo que requer um nível de detalhismo muito alto, de modo que seu texto fique claro para quem quer que o leia. Em inglês, essa clareza de informações anda de mãos dadas com a concisão. Uma das características que mais chamam atenção quando não-tradutores passam um artigo para o inglês é o excesso de palavras que não possuem papel nenhum na transmissão do conteúdo. 

 Observe o seguinte frase: “Regarding glucose, there was its accumulation compared to control for the X1 and X2 treatments, indicating that exposure times of 5 and 10 minutes reduced the activity of glucose converting enzymes to organic acids.”. A frase introdutória do parágrafo é completamente desnecessária, visto que o sujeito, ou seja, o foco principal da frase (nesse caso, a glicose) é reforçada após a introdução, em “there was its“. Essa repetição de ideias é uma das coisas que procuramos evitar quando pensamos em um texto conciso e direto.

 Em casos como “on the Technological Transformation journey aspect, it can be noted that…”, nos quais a frase anterior já introduziu a informação que se quer apresentar, a solução é a mesma: excluímos a redundância. Essas expressões introdutórias desnecessárias são reflexos da nossa forma de pensar a escrita acadêmica em português e podem comprometer a naturalidade linguística do seu texto.

 Por fim, vale lembrar que contratar um revisor, ou seja, um profissional formado e capacitado para conferir seu trabalho é uma opção extremamente válida. Assim, você garante seu texto bem escrito e aquela publicação na tão desejada revista!